Notificação de Privacidade para o Brasil

Data de entrada em vigor: 30 de setembro de 2021

Criamos esta notificação especificamente para os usuários no Brasil. Os usuários no Brasil têm certos direitos de privacidade conforme especificado na legislação brasileira, incluindo na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Nossos Princípios de Privacidade e os controles de privacidade que oferecemos a todos os usuários estão em conformidade com estas leis, esta notificação garante que atendemos aos requisitos específicos do Brasil. Por exemplo, todos os usuários podem pedir uma cópia dos seus dados, pedir a exclusão, e controlar suas configurações de privacidade no aplicativo. Para ter um panorama completo, consulte nossa Política de Privacidade.

Controlador de Dados

Se você é usuário no Brasil, deve saber que a Snap Inc. é a responsável pelas suas informações pessoais.

Direitos de acesso, exclusão, correção e portabilidade

Você pode exercer seus direitos de acesso, exclusão, correção e portabilidade conforme descrito na seção Controle Sobre Suas Informações da Política de Privacidade.

Bases para usar suas informações

Seu país só nos permite usar suas informações pessoais quando certas condições se aplicam. Essas condições são chamadas de “bases legais” e, na Snap, normalmente nos apoiamos em uma das quatro bases seguintes:

  • Contrato. Uma das razões pelas quais podemos usar suas informações é por você ter firmado um acordo conosco. Por exemplo, quando você compra um Filtro Geográfico Sob Demanda e aceita nossos Termos para Ferramentas Criativas Personalizadas, precisamos usar algumas de suas informações para receber o pagamento e nos certificar de mostrar o seu Filtro Geográfico às pessoas certas, no local e horário certos.

  • Interesse legítimo. Outra razão para usarmos suas informações é porque temos, ou um terceiro tem, um interesse legítimo em fazer isso. Por exemplo, precisamos usar suas informações para fornecer e melhorar nossos serviços, incluindo proteger sua conta, entregar seus Snaps, oferecer suporte ao usuário e ajudar você a encontrar amigos e conteúdo que pensamos que gostará. Como a maioria dos nossos serviços é gratuita, também usamos algumas informações sobre você para tentar mostrar-lhe anúncios que você possa achar interessantes. Um ponto importante a se entender sobre o interesse legítimo é que nossos interesses não superam seu direito à privacidade, portanto, só contamos com o interesse legítimo quando pensamos que a maneira como estamos usando seus dados não afeta significativamente sua privacidade, seria algo esperado por você, ou se há uma razão convincente para fazê-lo. Explicamos nossas razões comerciais legítimas para usar suas informações em mais detalhes aqui.

  • Consentimento. Em alguns casos, pediremos pelo seu consentimento para usar suas informações para fins específicos. Se fizermos isso, nos certificaremos de que você possa revogar seu consentimento em nossos serviços ou através das permissões em seu dispositivo. Mesmo que não dependamos do seu consentimento para usar algumas de suas informações, podemos pedir pela sua permissão para acessar dados como contatos e localização.

  • Obrigação legal. Podemos ser obrigados a usar suas informações pessoais para cumprir a lei, como quando respondemos a um processo legal válido ou precisamos tomar medidas para proteger nossos usuários.

Seu direito de objetar

Você tem o direito de objetar ao nosso uso de suas informações. Para muitos tipos de dados, fornecemos a capacidade de simplesmente apagá-los, se não quiser mais que os processemos. Para outros tipos de dados, damos a você a capacidade de interromper o uso de seus dados desabilitando completamente o recurso. Você pode fazer essas coisas no aplicativo. Se você não concordar com o processamento de outros tipos de informações, entre em contato conosco.

Reclamações ou perguntas?

Queremos que saiba que você pode enviar quaisquer perguntas para nossa equipe de suporte de privacidade ou Agente de Proteção de Dados em dpo@snap.com. Você também tem o direito de registrar uma reclamação junto à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD).